sábado, 4 de julho de 2009

Mika

Acho que esse post é mais pra falar de como eu consigo me assustar comigo mesma do que pra falar do Mika em si.


Se, há algum tempo atrás, alguém me dissesse que eu ouviria pop com a freqüência que estou ouvindo agora, eu não acreditaria. Tudo começou com o novo cd do Franz. Aquelas batidas mais eletrônicas me conquistaram. Então ouvi La Patère Rose, uma banda francesa muito louca de electro indie, e gostei também. Até aí tudo bem.


Só que, um dia desses, na minha visita diária ao lado e., encontrei Late Of The Pier. Era electronic. Olhei torto, pensei em não ouvir, mas depois decidi arriscar. Não custava nada, né?


Sabe, quando eu ouço uma banda nova e gosto, fico ouvindo por mais ou menos uma semana sem parar. Foi assim com The Kooks, Starsailor, DeVotchKa [aqui o caso foi mais grave, passei bem um mês ou mais], Cat Power, Belle and Sebastian, Beirut e, entre muitos outros, com Late Of The Pier.


Já que o post não é pra eles, me limito apenas a dizer que gostei muito mesmo.


Então, anteontem, vasculhando umas músicas que eu já não ouvia há muito tempo, encontrei Grace Kelly, do Mika.


Minha história com o Mika é a seguinte:


Há uns dois ou três anos, essa música, se não me engano, tocava em uma novela. E, claro, o que toca em novela, toca exaustivamente no rádio. E eu ouvia muito rádio. Sabe como é, nas grandes rádios, tipo Mix e Jovem Pan, praticamente só toca pop. E com pop eu sempre fui assim: ouvia uma ou outra, gostava e ficava por isso mesmo.


E eu gostava de Grace Kelly. Depois começou a tocar mais o outro single, Relax (Take It Easy). Tudo bem. Também era legal. Mas só agora, nessa minha onda de ouvir coisas que nunca ouviria antes, é que tenho percebido que pode ser mais do que uma música legal que toca no rádio de vez em quando.


Mika nasceu em Beirute, no Líbano, filho de mãe libanesa e pai americano. Viveu na França até os nove anos, depois se mudou para Londres, onde vive atualmente. Quando eu li na Last.fm que há quem considere sua voz parecida com a o Freddie Mercury eu imediatamente torci o nariz. Como assim parecida com a do Freddie? Impossível. Mas então eu fui ouvir melhor e em uma passagem quase no final de Grace Kelly até que dá pra lembrar um pouco durante uns cinco segundos. Mas é só.


Gosto do estilo glam. O falsete, as roupas, o jeito de dançar. Adoro. Além do que, ouvir algo mais dançante às vezes é ótimo. Animador.


Enfim, Mika lançou apenas um álbum, o Life In Cartoon Motion (2006). Recomendo, porque é sempre bom abrir a mente e ouvir de tudo um pouco. Afinal, se eu tô ouvindo pop, tudo é possível.

2 comentários:

Anônimo disse...

Poxa, Mika. Eu ouvi pela primeira vez ano passado eu acho, e foi Grace Kelly. A proposta é boa... tipo, gostei da música. So não é daquelas que euouço bastante. Apesar de gostar muito de pop, não renego minhas origens rsrsrsrsrs

Falando em Glam, me fez lembrar (não verdade essa não eh a palavra certa), que tinha uma música do estilo que eu gostava a uns anos atrás... tentando lembrar o nome da banda ¬¬
rsrsrs
bjs
;***

Sam disse...

Eu ouvi Mika e torci o nariz. mas, resolvi procurar outras músicas e Lolipop grudou na minha cabeça por um bom tempo.

De glam não conheço muita coisa, só as músicas do David Bowie, na época do et andrógeno (ou seja, a muito tempo atrás)

Beijos

 

Blog Template by YummyLolly.com